sábado, 30 de janeiro de 2010

A bela e o anjo!

Foto : Egidio Santos


Solveig Dommartin, 1994
Festival de curtas metregens de Vila do Conde


Quem gosta de Wim Wenders, conhece certamente esta mulher. Foi por ela que o anjo de "As asas do desejo" decidiu renunciar á imortalidade. Por amor, por desejar tocar-lhe e sentir o seu cheiro. Beijá-la. Ela era trapezista num circo quase falido. A história, para quem nunca viu o filme (falha imperdoável!), é de uma grande beleza. Os textos, do escritor Peter Handke, são fabulosos. E a fotografia do filme é do melhor que já se fez.

4 comentários:

K disse...

Eu fui perdoada no início do ano. ;]

De resto concordo. Indubitavelmente belo em tudo!

Hipatia disse...

E a banda sonora também é um espanto :)

(aquela coisa americana que diz que se inspirou no Wenders é que é intragável)

João Vasco disse...

Excelente retrato

Zaclis Veiga disse...

É um filme para ter na estante.