segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

As formigas num carreiro...

Foto : Egidio Santos


Mudar a roda...

"Estou sentado na berma da estrada.



O motorista muda a roda.


Não gosto de estar no sítio donde venho.


Não gosto de estar no sítio para onde vou.


Por que vejo eu mudar a roda com impaciência?"



Bertolt Brecht

3 comentários:

maria_arvore disse...

Talvez, como cantava o Zé Mário Branco «vou meter um pauzinho na engrenagem». ;)

Ana disse...

Impaciências sem causa que nos atacam a todos.
Cada um de nós tem o seu próprio "livro do desassossego".

Fabulosa disse...

gosto da sensação de movimento, de corropio... realmente as formigas têm sempre um ar simultaneamente atarefado e apressado! ;) eheh!