quarta-feira, 7 de maio de 2008

Final de vida

Foto : Patologista


O Rio Tua ainda corre livremente. Sem qualquer impedimento. E está rodeado de uma beleza singular. A natureza impera por aqueles lados. E o silêncio também. Mas tudo isso vai acabar. O nosso governo decidiu construir aí mais uma barragem. E lá vai toda a vida selvagem que por ali resiste, desaparecer ou, pelo menos, sofrer grandes danos. O melhor é aproveitar enquanto podemos. Depois de o homem lhe deitar a mão ficará estragado para todo o sempre. As usual...

3 comentários:

Ana disse...

Este texto e imagem, com todo o respeito pela autoria, "viajaram" lá para a minha rubrica "Em Destaque".

:)

maria_arvore disse...

Fotografa, fotografa. :)
Depois podes fazer uma exposição comparativa. :)

patologista disse...

Ana, é uma honra ser "destacado" por ti.

Maria, queria mesmo ter tempo de correr o Tua, principalmente a parte que vai desaparecer para ficar o registo (o meu registo, claro).