sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Byblos

Foto : Patologista
No meio de toda esta crise, a cultura é das primeiras a sofrer. Menos de um ano após a abertura, a Byblos fechou portas. A maior livraria de Portugal esqueceu-se que este é um pais de poetas que não lêem. E que entre o bilhete para o futebol e a prestação da Tv Cabo, a carteira fica vazia para essa chatice dos livros. Pode ser que surja no mesmo local uma agência bancária. Paga com as ajudas do Estado, ou seja, o nosso dinheiro.

3 comentários:

Ana disse...

Um BPP para os tesos...

lady disse...

grande demais e sem alma...
para a próxima, combinamos nas amoreiras! :)

patologista disse...

Que remédio, lady.