sábado, 2 de agosto de 2008

Os "reservados"

Foto : Patologista

Em democracia, diz-se que somos todos iguais. Mas há uns que são mais iguais que os outros. Eles tornam-se especialmente iguais, pelo dinheiro que possuem, ou pelo poder. Da mesma forma que os deficientes têm lugar de estacionamento reservado, devido a óbvias razões de mobilidade, estes "iguais" também têm lugares reservados, não por motivos de mobilidade, mas de visibilidade. Há quem lhe chame democracia...


1 comentário:

chapa disse...

São os "laivos" fascistas que se mantiveram na sociedade portuguesa e que acabaram por parecer naturais e próprios da democracia.